Naturalis - Excelência em Qualidade

Óleo de Peixe Omega - 3


Voltar

Os Ácidos Graxos Poli-insaturados Omega-3 não são produzidos pelo corpo humano, e por isso, devem ser obtidos por meio da alimentação. Seus principais constituintes são os Ácidos Graxos Eicosapentaenoico (EPA) e Docosahexaenoico (DHA). O consumo desses Ácidos Graxos auxilia na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos, desde que associados a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis. Além disso, a forma dos ácidos graxos em Triglicerídeos (TG), naturalmente presente nos peixes de água gelada, garante um aproveitamento 70% superior quando comparado à forma dos ácidos graxos em Etil Ester (EE), presentes em outros óleos de peixe.

APRESENTAÇÃO Embalagens com cápsulas de 1000mg

COMPOSIÇÃO Cada cápsula de 1000mg contém Óleo de Peixe que é fonte Ácidos Graxos Poli-insaturados Omega-3 extraído de peixes de águas geladas da região do Ártico.

COMPOSIÇÃO DA CÁPSULA Gelatina Farmacêutica, Glicerina e Água.

MODO DE USAR Adultos: aconselha-se a ingestão de uma cápsula, três vezes ao dia, antes das principais refeições.

CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO Conservar ao abrigo de luz, calor e umidade.

ADVERTÊNCIAS

Não contém glúten. Não contém fenilalanina.

"O Ministério da Saúde adverte: Não existem evidências científicas comprovadas que este alimento previna, trate ou cure doenças."

"Pessoas que apresentem doenças ou alterações fisiológicas, mulheres grávidas e lactantes devem consultar o médico antes de consumir este produto."

"Pessoas alérgicas a peixes e crustáceos devem evitar o consumo deste produto."

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. GRUNDY, S. M.; Nutrition and Disease Uptade: Heart Desease, Ed. Kritchevsky: D. & Carroll, K. K., AOCS, Champaign, Illinois, 1994.

2. STANSBY, M. E. Em Fish Oils in Nutrition; Stansby, M. E., ed.; Van Nostrand Reinhold: New York, 1990.

3. ROUSSEAU, D.; Marangoni, A. J. Em Food Lipids: Chemistry, Nutrition and Biotechnology; Ed. Akoh, C. C.; Min, D. B., eds.; Marcel Dekker: New York, 1998.

4. WILLIS, W. M.; MARANGONI, A. G. Em ref. 3. Sonntag, N. O. V.; Bailey’s Industrial Oil and Fat Products, 4ª ed. Ed. Swern, D. Wiley & Sons: New York, 1982, vol. 2.

5. AOCS - AMERICAN OIL CHEMISTS SOCIETY; Official Methods and Recommended Pratices of the American Oil Chemists’ Society, Washington, 5th ed., 2002.

6. BARROS NETO, B.; SCARMINO, S. I.; BRUNS, E. R.; Planejamento e otimização de experimentos, 2ª ed., Ed. da Unicamp: Campinas, 1996.